segunda-feira, 21 de julho de 2008

AC/DC - High Voltage (1975)

boomp3.com
Amigos,
falar de rock e não falar do AC/DC seria uma tremenda falta de noção. Desde 75 os caras vêm fazendo um hard rock com muito blues e cheio de energia. Não é pra qualquer banda! Os caras enfrentaram até a morte do ex-vocalista Bon Scott, encontrado afogado com o próprio vômito (eca!) após ter caído de porre! E olha que isso aconteceu bem no momento em que os caras estavam engrenando.. Mas eu não vou cair naquela de dizer que Bon Scott era um vocalista que encarnava o mais puro rock´n´roll, nem que Angus Young (guitarrista) parece possuído com sua guitarra e seu uniforme escolar, nem que a "cozinha" da banda, comandada pelo irmão de Angus, o sr. Malcon Young (o "cérebro" da banda, diga-se de passagem), é esmagadora e, apesar de ficar em segundo-plano é importantíssima, nada disso vou dizer (se bem que eu já disse, né..). Essa que vos escreve sente-se privilegiada por ter assistido à uma apresentação dessa banda australiana em terras tupiniquins. Foi a turnê "Ballbreaker", no longínquo ano de 96 (mais ou menos). Acreditem, foi um dos shows mais eletrizantes que eu vi. Além de toda força das músicas - ritmadas e empolgantes - havai, ainda, toda parafernalha trazida pra cá, como uma bola de demolição enorme e o sino de "Hell´s Bell". Inesquecível. Andei lendo que espera-se um novo álbum desses "tiozões" pra esse ano, já que desde 2000 eles não lançam nada inédito. Aguardemos.

Sobre o álbum: esse "High Voltage" que posto hoje trata-se do primeiro álbum do AC/DC, lançado em 75 apenas na Austrália (não é o mesmo lançado no ano seguinte na Europa).

- "Baby, please don´t go" é uma versão do original de Big Joe Willians, de 35. É o cartão de visita de Bon Scott e sua trupe. A guitarra insandecida de Angus dita a levada da música. Guitarra e vocal travam um duelo à parte pra saber quem é capaz de improvisar mais, como no bom e velho blues.

- "She´s got balls" vem em seguida. Quebra a velocidade da música anterior mas não deixa a pegada rocker cair. Vale ressaltar que um dos temas favoritos desses caras são as mulheres. Tá certo que tem sempre um olhar machista sobre o assunto, mas sempre carregado de bom humor (como no caso dessa música).

- "Little lover" é romântica, lenta e mesmo assim não deixa a peteca cair (nossa! peteca é das antigas, hein!?).

- "Stick around" acelera o álbum de novo. Ainda não como na primeira faixa mas o suficiente pra você se ajeitar na poltrona. Trata-se de um sujeito desconfiado da namorada que veio pra casa mais cedo, pegou as coisas e foi-se..

- "Soul Stripper" é genial! É sobre uma garota que seduz um cara, faz com que ele diga coisas que não queria dizer, deixa o cara pelado e.. enfia a faca nele! Literalmente! huahuahauhua..

- "You Ain't Got A Hold On Me" é sobre um cara que não quer se deixar seduzir (apesar de admitir que é do tipo fácil de se enrolar..).

- "Love Song" é diferentona. Soa meio cigana, sei lá.. mas é só a introdução. O fato é que, pra variar, é sobre uma sedutora: Jean. Diz a letra:"Se voce me deixar, eu vou chorar.." buáááá..

- "Show Business" fecha o álbum do modo mais sarcástico possível."Você aprende a cantar/Você aprende a tocar/Por que os empresários/Não aprendem a pagar?" O bom humor desses caras é capaz de fazer perder os amigos (no caso, os empresários), mas nunca a piada..

Resumindo: o primeiro álbum de uma das bandas mais importantes, mais influentes e mais legais do rock! Recomendadíssimo pra quem curte um bom hard rock misturado com muito blues, ou pra quem já se esqueceu que o rock pode ser inteligente e divertido, sem deixar de ser ROCK! Compre DJÁ!
Até mais.

2 comentários

Carlos Eduardo (Cadú) disse...

Oi, Bloody!
Grande dica essa do AC/DC! Mas onde achar uma obra-prima dessas a não ser na net? Se as fravadoras fossem mais espertas (e mais justas com os preços) muitos exemplares desse álbum estariam circulando por aí .. do jeito que está, ficará restrito a quem tem acesso à net mesmo ..
Abraços e continue assim!

Ricardo SS disse...

Txutxuca Mary,
dê uma chance para as bandas nacionais de rock (as de verdade, não as de franjas)! Queria ver postado por aqui a Plebe, Camisa, Ira!, Ultraje .. eu sei que você gosta desses também.. vamos lá! Dê uma chance aos brasileiros, sim?
Beijos e abraços.

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^