domingo, 13 de novembro de 2011

Solidariedade ao Ultraje a Rigor e aos seus fãs no SWU.

Foi no fim da primeira música. Enquanto a Ultraje a Rigor dava seus primeiros acordes no palco do festival SWU um roadie de Peter Gabriel decidiu desplugar os amplificadores para encerrar a apresentação da citada banda. Por quê? Simples: porque o inglês não queria que o atraso - causado pela chuva e vento forte que atingiram Paulínia, hoje à tarde, e que afetou todas as apresentações desde então - chegasse até o senhor Gabriel e sua New Blood Orchestra. Primeiro houve uma discussão entre as duas produções para que a banda brasileira encurtasse seu set e tocasse apenas por 30 minutos. Como não houve acordo o inglês achou por bem sabotar a Ultraje e afrontar o público com a atitude irresponsável e de baixíssimo nível.
Nós, do EMM, nos solidarizamos com a Ultraje a Rigor e com seus fãs que pagaram tanto quanto qualquer outro para estarem ali e, por isso, tinham o direito de assistir ao show completo e organizado. Mais do que isso: nos posicionamos totalmente contra a postura autoritária e egocêntrica de estrangeiros que vêm ao Brasil e acham que são mais do que tudo e todos.
Somos contrários a qualquer tipo de violência mas que o soco desferido por Trovão, irmão de Roger e integrante da produção da banda Ultraje, contra o roadie mal-educado, sirva de lição aos incautos que ainda pensam que no Brasil somos todos inúteis.
E justo num festival que prega a sustentabilidade..

Mais informações (vídeos com depoimentos) aqui e aqui.

6 comentários

Elton Tavares disse...

Adorei a página. Vou seguir e colocar nos meus favoritos. Depois passe no meu blog: http://eltonvaletavares.blogspot.com/

Elton Tavares

Sick Boy disse...

Realmente achei ridícula a atitude tomada por parte da produção do senhor Gabriel.
Caramba, é um festival e como todo festival está sujeito a atrasos.
Choveu, atrasou e daí? A culpa é do Ultraje?
Aff
Só me resta deixar aqui minha solidariedade a banda brasileira e esperar o pronunciamento do SWU (se é que vai haver algum)sobre este infeliz acontecimento.

Abração--

Bloody Mary disse...

Primeiro quero agradecer a visita do Elton Tavares e do Sick Boy ao EMM. A visita e os comentários, pois eles são uma parte muito importante da blogosfera.

Elton, já está entre os meus favoritos também - e obrigada pelo link no seu post sobre o ocorrido no SWU) :-)

Sick Boy, ainda não tive tempo de apurar o que se deu depois do ocorrido no SWU (se houve alguma retratação, alguma explicação ou se ficou por isso mesmo). O fato por si só foi lastimável e nada apagará isto - mas uma posição da produção do evento cairia bem para explicar as coisas.
Ruim pro festival, pros dois artistas envolvidos, e pior pros fãs da Ultraje que tiveram que assistir a uma versão tensa, reduzida e interrompida bruscamente da apresentação da banda.

No mais, agradeço novamente a participação de vocês e voltem sempre que sentirem vontade.
Até mais.

Hellraiser disse...

Saudações, Mary.
Encontrei isso no Whiplash (http://whiplash.net/materias/news_845/142228-ultrajearigor.html):

"O ex-músico do GENESIS, Peter Gabriel, comentou em seu site o incidente com roadies do ULTRAJE A RIGOR.
Peter disse, 'Eu fiquei sabendo nesta manhã (14/11) que houve um problema entre a minha equipe e a equipe do ULTRAJE A RIGOR no festival SWU, a qual resultou na intervenção do meu produtor que desligou os amplificadores da banda. Eu lamento profundamente esse acontecimento e liguei para o Roger Moreira para me desculpar diretamente com ele e a banda.

'A tempestade fez com que a programação inteira atrasasse duas horas então todos os artistas concordaram em cortar sua apresentação em 15 minutos. Foi me dito pelo organizador do festival que o ULTRAJE A RIGOR estaria tocando por mais tempo do que eles tinham concordado em tocar e que ainda haviam dois outros artistas a tocar naquele palco. Acredito que esse tenha sido o motivo pelo qual o meu produtor, que também travou uma longa batalha com os estragos no equipamento causados pela água, estava ficando tão frustrado. De todo modo, ele não deveria ter interrompido a apresentação deles.

'Eu acredito fortemente que todos os artistas devem ser tratados com igualdade e respeito e eu estou muito chateado por nós termos falhado em fazer isso na noite passada.'

A organização (**aspas minha: do evento?**) gostaria de declarar que, agora que os artistas se falaram, tudo foi completamente superado.

Daiah Scarlet disse...

Quanto tempo eu não passava por aqui!
ba eu tinha ouvido falar de alguma confusão no SWU envolvendo o Ultraje mas nao sabia exatamente oq tinha acontecido.. péssima organização e respeito com os músicos brasileiros

Bloody Mary disse...

Oi, Scarlet. Bom tê-la por aqui de novo! Não sei se o que houve no SWU partiu da organização do evento - mesmo porque eles nem se manifestaram. Mas só de permitirem ao impasse ter chegado onde chegou (com interferências na apresentação de outros artistas e às vias de fato em pleno palco), os responsáveis têm sim uma parcela de culpa e deveriam, ao menos, se desculpar.
No mais, o evento foi muito bom, com bandas que representam bem uma geração (bem mais homogênea do que a atual, diga-se de passagem) e, embora envelhecidas, em grande forma.
Ruim foi a chuva ... mas isso faz parte.
Já há especulações para 2012, sabia? Os nomes, se confirmados, seriam ótimos... vamos esperar.
Até mais.

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^