sábado, 25 de junho de 2011

Titãs - Cabeça Dinossauro (1986)


Saudações, mortais desse Estranho Mundo.
Enquanto meia dúzia de românticos ouvia toda aquela (longa) história de "Eduardo e Mônica", por aqui, dois ou três projetos de psicopatas carregavam o disco "Cabeça Dinossauro" pra cima e pra baixo como um verdadeiro troféu (mas a maioria queria mesmo era ouvir a história do "Ursinho Blau Blau"). O terceiro disco dos paulistanos da Titãs chocou aos que estavam acostumados a ver Arnaldo Antunes, Paulo Miklos e Branco Mello (vocais), Marcelo Fromer e Tony Bellotto (guitarras), Nando Reis (baixo), Sérgio Britto (teclados) e Charles Gavin (bateria) de terninho, se apresentando com coreografias comportadas nos palcos do Cassino do Chacrinha e do Clube do Bolinha. As letras e as construções - influenciadas pela rápida passagem de Bellotto e Arnaldo Antunes pelas delegacias da época - esbarraram no Punk de tal forma que "Igreja", "Polícia", "Estado Violência", "Porrada", "Tô Cansado" e "A Face do Destruidor" foram consideradas ofensivas e obscenas. Foi o hit "Família" que rompeu as barreiras das rádios e garantiu o "sucesso" do disco. Mas aí o estrago já estava feito. "Homem Primata", apesar de aparentemente inofeciva, dizia de forma precisa muito do que havia por ser dito. "Dívidas" ainda é atual (pelo menos pra mim) - até ase estranhas e tribais "AA UU" e "Cabeça Dinossauro" me soavam bem. "Bichos Escrotos", porém, era o momento de libertação em que gritávamos a plenos pulmões "VÃO SE FODER!". É bem verdade que tinha, ainda, a faixa "O Quê".. mas essa só o Arnaldo Antunes pode explicar..
Mais informações aqui.
"Almas atormentadas, tremei!"

2 comentários

Sixx disse...

Oo esse é um dos melhores discos lançados na música nacional //
"Bichos Escrotos" é minha música favorita, crítica e divertida ao mesmo tempo *__*

Abraço

Bloody Mary disse...

Levei um bom tempo até chegar nesse disco mas hoje não vivo sem ele!
Boa postagem, Hell!

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^