quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Jim Martin - Milk And Blood (1997)


Amigos,
em mais um capítulo da série "guitarristas que admiramos": Jim Martin!
Nascido em 21 de julho de 61, na cidade de Oakland, California (EUA), com o nome de James Blanco Martin, "Big" Jim começou sua história com a guitarra na banda "Vicious Hatred", onde aprendeu a nobre arte do Thrash Metal. Dali, Jim ingressou na "Spastik Children", ao lado de seu amigo e colega de escola, o baixista Cliff Burton. Em 83 juntou-se ao "Faith No More" e registrou os discos "We Care a Lot" (1985), "Introduce Yourself" (1987), "The Real Thing" (1989) e "Angel Dust" (1992). Cansado e deslocado frente às esquisitices de Mike Patton - e à mudança de foco, da guitarra para os vocais, que a FNM realizou - Jim foi demitido da banda - dizem que via fax - e teve que procurar seu próprio caminho. Participou rapidamente do supergrupo "Voodoocult" (em 95), gravou com a banda "The Behemoth", projeto que apesar do álbum lançado teve que ser abandonado por já existir uma banda com esse nome, até que em 97, finalmente, registrou seu definitivo primeiro álbum oficial da carreira solo.
"Milk And Blood"
, de 97, mostra que o groove dos primeiros álbuns da FNM não eram obra do acaso. Misturando riffs, solos e levadas rítmicas, Jim e sua Gibson Flying V aproximaram-se muito do Groove Metal que o White Zombie fazia, sem esquecer-se de suas referências do Metal. Aliás, James Hetfield, guitarrista e vocalista do Metallica, participa desse primeiro álbum colaborando com os backing vocais e avalizando a obra final. Destaque para as faixas "Disco Dust" e "Barsoap Hair" (com participação de Hetfield), "Fatso's World", (com participação de Jason Newsted, baixista do Metallica, no baixo e vocais), uma versão autoral de "Surprise! You're Dead" (música de sua autoria), e a climática e viajante "Around The Sun" (que me lembra muito Pink Floyd). Ah! Tem ainda o cover de "Navigator", do The Pogues!
Mais informações aqui.
Até mais.

2 comentários

Liis Sixx disse...

Pois é né Bloody, pessoas sem capacidade sempre tentam destruir os outros. Mas isso não acontecerá comigo *.*

ps: Eu preferia comentar sobre o álbum, mas taí mais uma banda que eu desconheço...

kisses

Hellraiser disse...

Saudações, Mary.
Pensei no Big Martin essa semana, acredita?! Li por aí que ele venceu um concurso de produtores de abóbora em sua nova carreira como agricultor!
Pois é, amiga, o mundo dá voltas!
O disco é muito bom e mostra bem a separação que surgiu entre ele e os demais do FNM.
Pra nossa sorte - mais uma vez - quem ganhou foi o rock com 2 grandes nomes.

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^