terça-feira, 24 de agosto de 2010

Aerosmith - Aerosmith (1973)

Aerosmith - Aerosmith (1973)

Saudações, mortais desse Estranho Mundo.
Quando eu conheci a banda Aerosmith eles não eram essa babinha de hoje em dia. Seu rock era calcado no Blues e, vez por outra, flertavam com o Glam - coisa que, convenhamos, precisa ser muito macho pra fazer com estilo! A banda formada em Boston, Massachusett, no ano de 1970, pelo vocalista Steven Tyler, pelo guitarrista Joe Perry e pelo baixista Tom Hamilton tomou corpo quando o baixista Ray Tabano e o baterista Joey Kramer associaram-se ao trio. Em pouco tempo Brad Whitford assumiu o lugar de Tabano e com essa formação clássica o grupo conseguiu um contrato pra gravar o primeiro disco (não sem antes penar em alguns bares, botecos, prostíbulos e quermesses da região). "Aerosmith", álbum de estréia da banda, saiu em 13 de Janeiro de 1973 e levou míseras 2 semanas pra ser gravado. Além de "Walkin' the Dog" (versão para o original de Rufus Thomas), o registro traz as clássicas "Make It", "Somebody", "Dream On", "Write Me A Letter" e "Mama Kin". "Mama Kin" ganhou uma releitura nos anos 80 com o Guns´n´Roses. "Dream On", por sua vez, caiu em mãos erradas e foi parar num disco de um pseudo-Rapper branco! Nada disso desmerece esse álbum clássico que deve figurar em qualquer discografia roqueira de classe.
Mais informações aqui.
"Almas atormentadas, tremei!"

3 comentários

Pervitin Filmes disse...

Olá mary! Esse disco do Aerosmith é lindo. A Liv Tiller não era nem nascida, os caras eram junkies loucos e o Joe Perry sola muito bem. Valeu! Mary, gostaria muito de um dia te conhecer de perto. Você deve ser uma garota fantástica! Parabéns!
Sandro Neiva

Gabriel disse...

Esse disco é lindo, mesmo. Um dos meus preferidos do Aero, pois além de ter uma aura blues que eles foram perdendo um pouco ao longo da carreira, tem uma produção rude e vulgar que faz com que eles soem mais auto-destruidores do que já eram!
Excelentíssimo post!

Bloody Mary disse...

Concordo com você, Gabriel. Tanto a produção mais simples - dando destaque às guitarras em seu estado natural - quanto as influências bluesísticas fazem desse primeiro período do Aerosmith o melhor até hoje!
Valeu pela visita e pelo comentário.

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^