quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Tokyo - Humanos (1985)


Amigos,
em 1985 Supla (vocal), Eduardo Bidlovski "Bid" e Conde (guitarras), Andrés Etchenique (baixo), Marcelo Zarvos (teclado) e Rocco Bidlovski (bateria e percussão) renomearam a banda que mantinham (o nome era "Zig Zag") e deram início à banda "Tokio". Rock básico, bem anos oitenta, com influências de Pop Rock e New Wave, logo foi rotulado pela mídia como "Punk de Butique" mostrando que além de preconceituosa a crítica musical brasileira já era completamente desinformada, pois o gênero "Punk" passa longe desse disco. Em meio à enxurrada de bandas que alcançaram espaço no BRock dos anos 80, a Tokio não conseguiu se diferenciar o suficiente para se manter, mesmo com o sucesso da faixa "Garota de Berlim", dueto-homenagem à roqueira alemã Nina Hagen. A faixa "Humanos" foi outra que circulou bastante naquela década. Agora, curiosa mesmo é a faixa "Romântica", um semiacústico duo com Cauby Peixoto.
Mais informações aqui.
Até mais.

5 comentários

Jody Frosty disse...

Ei Mary! Voltei a ativa! Meu pc afunhannhou todo, eheheh ... fiquei um mês sem postar, acessar, naada!

Acho que o Supla sempre sofreu preconceito no passado por ser filho de quem é. E depois ele caiu numa de ser meio cômico e tals. Acho que qdo ele tenta ser sério, ele consegue fazer um negócio legal.

té mais!

Leka Gothic disse...

Oi gosto muito do Supla! Acho ele muito irreverente e adoro o jeito lokão dele!

Liis Sixx disse...

Olha o Supla aee :)
Eu nunca ia imaginar que a cansão Garota de Berlin fosse sobre a Nina Hagen, ela tem uma importância na cultura punk e talz.

Sobre seu comentário, você acertou perfeitamente, falta paz de espírito, mas ao mesmo tempo amo meu inconformismo, assim, posso estar melhorando cada vez mais, senpre que possível.

Abraço pra vc Bloody
*bom fds*

Hellraiser disse...

Saudações, Mary.
Particularmente prefiro a fase Psycho69 do Supla mas é inegável o "estrago" que o hit "Garota de Berlim" fez nos anos 80. Já nem me lembrava do vídeo de "Humanos" e o dueto com Cauby é impagável!
Se são "punks de butique", eu não sei. Só sei que minhas mais remotas lembranças são de Nina Hagen no Rock in Rio I, seu cabelo laranja e a cara de bobo de todos se perguntando "que diabos era aquilo"!
Grande postagem.

Bloody Mary disse...

Nossa!
Muito obrigada pelos comentários, gente! Achei que essa postagem seria polêmica - negativamente - mas não!
Que bom!

Jody, é bom saber que estás de volta! Concordo com vc sobre o preconceito e até com o fato dele ter exagerado no lado cômico - o que, se por um lado, lhe trouxe popularidade, por outro, enfraqueceu sua integridade.

Leka e Sixx, embora os anos 80 por aqui soem datado - e muita gente prefira esquecer que ele aconteceu mesmo tendo participado disso - muita coisa que está crescendo hoje começou lá. Foi o período em que o Brasil entrou na rota dos grandes shows (com o Rock in Rio), foi quando as bandas começaram a incorporar elementos da música mundial e passaram a criar suas próprias versões pra isso (lembrem-se dos Paralamas com o Ska, do Legião com a Dark Wave, do Ira! com o Mod, etc etc - era o começo do que acabou gerando a identidade do Chico Science e o Sepultura, por exemplo.
Enfim, uma época muito importante!

E Hell, eu não me lembro da Nina Hagen no Rock in Rio - vc deve ser mais velho que eu huahuahuauaau..!
Mas tudo bem! :-)

Enfim, obrigado a todos que comentaram e até mais.

Postar um comentário

Desenvolvido por UsuárioCompulsivo, desmontado e remendado por "Estranho Mundo de Mary". ^